Páginas

domingo, 8 de fevereiro de 2009

Enfim voltamos à tecla da indiscrição. A vida na política!


Bom! Falar de política nunca foi fácil, é o mesmo que discutir sobre religião, carnaval e futebol (só que sem as bundas, bolas, e pregações). Lendo a pagina de um amigo no orkut, vejo a sua indignação pela politicagem que anda aflorando no município de cangereyork. Certo? Ou errado? É sempre uma duvida que não deixa calar.
Alguns cangereyorkanos se colocariam na defesa desta politicagem, pois sabem muito bem que estão levando alguma vantagem, mas outros em questão se sentiriam injustiçados pelo fato de não estarem levando vantagem alguma!
Isto sim é política, um grande jogo de interesses que alguém deve tomar partido de alguém para levar vantagem em alguma coisa (me corrijam se estiver errado), mesmo querendo a justiça ou assim competência isso demanda interesses, seja ele meu, seu ou de um bem comum. Um bem comum em dias atuais é um cesta básica (porque não tem emprego o suficiente para o povo saciar a fome). Um telhado novo (porque a chuva nos últimos tempos castigou a maior parte das casas) um emprego nada seguro e duradouro (para alegrar os partidários) perseguição política e queima das bruxas (porque é a volta da inquisição), ou melhor, ainda uma chantagem de interesses (para que a sociedade nunca fique sabendo dos erros cometidos).
Isso e que chamaríamos de injustiça, na verdade nem sei mais ao certo se isso seria injustiça. Pois, quando surgiu à bolsa escola, vale gás, vale coxinha e sei mais lá o que, todos achavam da mesma forma (injustiça do governo federal) hoje todos aceitam como se isso sempre tenha existido.
Depois me deparo com o jornal de domingo, que trás estampado na folha o deputado Edmar Moreira, que alem de ter sido acusado de sonegar dinheiro publico do INSS, agora tem um castelo avaliado em 25 milhões, com 36 suítes. Caro deputado isso é o mesmo que tentar me convencer, que Roberto Jefferson não teve nada a ver com o esquema dos correios! Mas fique o Senhor sabendo que palácio ou castelos, chame o nobre deputado como quiser, deve ser herdado e não construído e nem comprado. E no mínimo com um brasão e um titulo da propriedade, assinado pela família real de Londres, com 400 anos de existência (da suposta família a qual se tenha herdado o castelo), isso alem de ser coisa de emergentes ainda é sem classificação de boa índole. Afinal de contas, o nosso prefeito em exercício vai ficar extremamente em uma sai justa, pois, o Senhor prometeu 2 milhões para a cidade de cangereyork, e se este dinheiro fizer parte de algum esquema? E se for desvio do INSS? Já pensou como vai ficar a credibilidade de quem apoiou seu filho? E quem votou no Senhor?
Pensando bem a injustiça quem comete, somos nós mesmos por tentar, dar credito a tanta gente que só quer levar vantagem!
De fato amigo e difícil querer questionar competência, mas acabo acreditando que um país “apolitizado”, quem vence mesmo são apenas os incompetentes, e com o intuito de esperteza, é mineiro e cangereyorkanos, poderíamos dormir sem esta, nesta semana! Mas aguardem muita coisa ainda esta por acontecer, e ai quero ver ate quando ficaremos ver as pessoas herdarem castelo das famílias!

Um comentário:

LAÍSA disse...

Parabéns, foi um dos melhores artigos que tive o prazer de ler ultimamente!!!!
Grande bj de sua amiga que te adora.... Laísa