Páginas

domingo, 3 de agosto de 2008

Vaidade: Uma discussão entre o Céu e Inferno


Em uma conversa de boteco, o assunto foi discutivelmente a vaidade, que tomou proporções maiores quando não definiram sobre o assunto, simplesmente confundiram entre o teor alcoólico e alguns petiscos e um vinho muito do vagabundo o conceito de vaidade com Super Ego!
Quando uma voz ecoa no meio da galera: “A Vaidade é o pecado que o diabo mais gosta”, fiquei pensando será? E Deus? Onde entra nesta historia toda, afinal a sua criação também foi dotada de vaidade. Criou o mundo em 7 dias, com uma beleza singular. Montanhas, seres vivos, o sol que é totalmente ostentador, céu estrelado, o brilho da lua enfim, de vaidade pra vaidade Deus está saindo vitorioso.
Mas como a questão ainda era a vaidade do homem, daí vi que de fato se vaidade é para ser comparado com o Super ego, então vale lembrar que, conhecimento cognitivo é o conhecimento adquirido através de ensinamentos e não culturalmente, e que propaganda de televisão faz um entendimento semiótico, e não aulas de conhecimento “cognitivo” a propaganda mostra apenas o que ela quer vender e não aquilo que é bom para a vida! Alias nem tudo é bom para vida, bem se vê nas propagandas de margarina que fazem mal para o coração e eles colocam pessoas lindas e felizes correndo na praia! Já perceberam o quanto isso é ridículo? Isto é concepção de signos e significados. Nada a ver com conhecimento e muito menos com vaidade!(até seria, praia e gente feliz e bonita) se fosse definir vaidade seria: Vaidade+ presunção+ afetação= Falsidade!
Hoje em dia é comum comentar sobre a vaidade, até porque isso vem estampada na nossa cara. Quando não esta nos salões de beleza esta nas revistas, um homem muito bem alinhado, cheiroso, malhado é vaidoso, mas porque se preocupa com a sua aparência estética. E as mulheres? Estas nem precisam falar campeãs de bilheteria no quesito vaidade, isso não quer dizer que seja falso, mas sim que quer melhorar a aparência. Como diria uma amiga: “O que Deus não da, a farmácia vende” será que esta minha amiga vai para o céu ou para o inferno? Afinal nunca vi tão vaidosa, já pensei o quanto o inferno vai ficar hiper-lotado, por pessoas que trabalham em centro estético. E o pior os grandes costureiros e sua legião de seguidores, e eu? Gente já pensou como seria triste ter que vestir de cinza e não poder usar aquelas roupas de grife só por causa da vaidade? Já pensou uma mulher sem um batom? (será que teremos que voltar na época da inquisição? Onde tudo era pecado?) sinto muito em informar, mas sou adepto dos vaidosos e levanto a bandeira, a camisa de grife os perfumes os tênis de marca o batom da avon, os Sapatos Francesca Giobbi e tudo mais que possa deixar o ser humano lindo e vaidoso! E atire a primeira pedra quem nunca foi vaidoso, isso não é futilidade, e se for? Atire também quem nunca foi fútil! Nestas horas e que gosto de ver a cara das pessoas que discutem tal assunto! E por falar neles (totalmente vaidosos) assim como eu! É claro!

Um comentário:

sonia disse...

CONCORDO EM NUMERO GENERO E GRAU....EU NÃO SAIO NO PORTÃO SE NÃO ESTIVER DE LAPIS NO OLHO E SE ESTIVER DE BOBS NA CABEÇA RSSSSSS..BOBS NA CABEÇA É TRISTE,FALA SÉRIO NÉ RSRSRS NINGUEM MERECE!..TODO MUNDO TEM SUA VAIDADE SIM!